Beleza

Conheça os tipos de extensões capilares que existem

As extensões capilares, embora não muito faladas, são uma excelente opção para aumentar o comprimento do cabelo sem complicações.

Seja por vaidade ou para aperaltar-se para uma festa, este tipo de produto mostra-se um bom aliado. Porquê? Porque permite, obviamente, aumentar o comprimento do cabelo sem grandes problemas. Além disso, dependendo do tipo de extensão escolhida, pode, ainda, mudar completamente o visual sem comprometer a saúde do cabelo natural.

Existem diversos tipos de extensões capilares

Recentemente, enquanto navegava pela LilyHair, descobri que, afinal, existem diversos tipos de extensões. Não se trata só da textura ou cor, trata-se também do tipo de extensão (aplicação). É mesmo um mundo mais vasto do que aquilo que podia imaginar, contudo, nada como uma boa pesquisa para sanar as dúvidas.

Tipos de extensões capilares

Cosidas

São também conhecidas como tissagem ou cortina. Tal como o nome indica, as bandas de cabelo são cosidas ao cabelo natural, recorrendo a aplicações específicas para o efeito. Dada a sua técnica para aplicar, estas extensões podem durar até dois meses, sendo as bandas reutilizáveis. Mas apesar da sua longevidade, existe um problema: não deixa o couro cabeludo respirar de forma adequada.

Extensões capilares com micro-cilindros

Micro-cilindros

Este tipo de extensão é colocada graças ao apoio de pequenos cilindros incorporados. Normalmente de metal ou silicone e plástico, estes objetos asseguram a fixação ao cabelo original, ficando disfarçados no couro cabeludo. Quanto à sua duração, estas são, talvez, as mais duráveis: as extensões com micro-cilindros duram entre três a cinco meses.

Traçadas

Vulgarmente conhecidas como trança brasileira ou nó italiano e bastante semelhantes ao primeiro método, este tipo de extensão é entrançado no cabelo natural. Possuem uma tira que é unida às tranças horizontais que se fazem no cabelo natural. Assim, não é possível notar onde é feita a aplicação. A grande vantagem é que é este método não traz danos ao cabelo natural, dado que as extensões acompanham o crescimento natural dos fios. Em termos de duração, as extensões trançadas podem durar até quatro meses.

As extensões com queratina são rápidas de aplicar

Queratina com calor

Os seus resultados satisfatórios e duradouros fazem com que este método se torne no predileto de muitas mulheres. As extensões são colocadas uma a uma, sendo coladas ao cabelo original através de uma gota de adesivo de queratina. Pode durar até seis meses.

Queratina a frio

Faz uso de tecnologias de ultra-som para fundir as extensões com o cabelo natural. É de fácil aplicação e totalmente imperceptível à vista e ao tacto. É dos métodos mais inovadores presentes no mercado. Pode durar até seis meses.

Já usaram algum destes métodos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *