Moda

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém - Moda & Style

Embora uns vibrem mais com o Carnaval do que outros, a verdade é que grande parte aproveita esta altura para se mascarar ou homenagear algum personagem que admirem.

Enquanto uns optam por criar os seus próprios disfarces, outros não resistem em comprá-los. Acontece que, muitas vezes, devido à falta de oferta ou de preços convidativos, muitos acabam por desistir da ideia.

Seja como for, hoje venho falar dos disfarces de dançarinas do harém, também conhecidas como dançarinas de odalisca. Nas próximas semanas, irei trazer outros temas relacionados com esta festa que leva milhares de pessoas mascaradas às ruas. Mas, por enquanto, fiquemos na história das dançarinas de odalisca.

Quem eram as dançarinas do harém?

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém - Moda & Style

As dançarinas do harém (ou dançarinas odaliscas) não eram o que hoje são – ou, pelo menos, não eram representadas como hoje em dia o são. Do termo turco UADAHLIK, que significa criada de quarto, estas mulheres eram escravas durante o Império Otomano. Embora seja preciso recuar muito na história para perceber a sua verdadeira função, sabe-se que harém, em árabe, significa sagrado ou proibido, sendo, por isso, muitas vezes associado a espaços íntimos e familiares, nomeadamente dentro dos palácios governamentais.

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém - Moda & Style

Dentro da hierarquia do harém de um palácio, as odaliscas (as virgens que nunca tinham sido tocadas pelo sultão, palavra que deriva de “poder”) ocupavam o patamar mais baixo da hierarquia.

As odaliscas eram mulheres escravas compradas em mercados ou adquiridas em guerras, vendidas pela sua própria família ou ainda raptadas. No fundo, elas poderiam, mais tarde, ser concubinas (companheiras noturnas) ou, em casos de muita sorte, kadins/haseki (o equivalente a esposa). As que conseguissem atingir este último título, caso fossem audazes e astutas, conseguiriam inúmeros benefícios para si ao terem um filho com o sultão (e, consequentemente, isso traria benefícios para os seus filhos também).

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém - Moda & Style

As dançarinas de odalisca na atualidade

É caso para dizer que mudam-se os tempos, mudam-se as ideias concebidas em torno deste disfarce, embora, no “fundo”, a ideia-chave esteja presente.

Apesar destas criadas dançarem, fazê-lo não era a sua principal função, como se viu anteriormente. Mas, hoje em dia, é muito comum ver em muitos espetáculos, sobretudo nos que estão ligados ao mundo árabe, graças às demonstrações da dança do ventre, as mulheres vestidas como dançarinas do harém

Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém - Moda & Style

Sob a influência do mundo árabe, muitas mulheres gostam de mostrar o seu lado mais sensual no Carnaval. Embora haja diferentes cores e modelos, os fatos de dançarina do harém mais escolhidos são os coloridos e que são compostos por calças. Por exemplo, este conjunto traz calças, top e turbante, embora existam outras versões, nomeadamente de saia.

A Casa do Carnaval é, por isso, uma excelente opção para encontrar fatos desta temática e não só. Além de apresentarem preços incrivelmente baixos, esta loja está presente no mundo online há 5 anos, embora a experiência já seja mais longa, não tivesse existido antes uma loja física, inaugurada em 1999.

Mas retomando o assunto inicial. Para apresentar um disfarce de bailarina do harém perfeito, não só o fato deve estar adequado como também a maquilhagem e o cabelo, que devem de estar em concordância. Para tornar ainda mais rico o disfarce, nada como acrescentar alguns acessórios pertinentes.

2 thoughts on “Carnaval: o verdadeiro significado do disfarce das dançarinas do harém”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *