Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda & Style

por Joana Freitas

Moda & Style

por Joana Freitas

Outubro Rosa: 5 dicas para prevenir o cancro da mama

Outubro Rosa é um alerta para o cancro da mama. Começou em Nova York, por volta de 1990, e espalhou-se pelo mundo, sendo que vários artistas deram o rosto pela campanha, e vários monumentos no Brasil e no mundo são iluminados de rosa no mês de outubro.

 

Lembre-se: o evento é no mês de outubro, mas o auto-exame é para ser feito todos os meses. Descobrindo a doença numa fase inicial, tem mais probabilidades de cura e sucesso no tratamento.

1. Coma muitos vegetais verdes, cogumelos e cebolas

Uma dieta rica em nutrientes protege contra muitas doenças cronicas, incluindo o cancro da mama. Os vegetais verdes e os cogumelos são os mais poderosos alimentos contra este tipo de cancro.

 

Tome nota de que uma dieta vegetariana não mostra proteção contra o cancro, tanto quanto uma dieta rica em vegetais verdes, feijão, cogumelos, cebolas, frutas, nozes e sementes. É a densidade de nutrientes e a diversidade da dieta que oferece uma maior proteção contra o cancro, não apenas a evasão de carne ou gordura.

 

Os legumes e frutas têm sido consistentemente associados à redução do risco de cancro da mama e melhorou a vida de quem já sofreu desta doença oncológica.

 

2. Coma uma colher de sopa de linhaça ou semente de chia diariamente

Sementes de linhaça e de chia são as mais ricas fontes de ligninas, fitoquímicos com efeitos antiestrogénicos que também inibem o crescimento celular de tumores na mama.

3. Escolha suplementos sem ácido fólico sintético

Verifique se o seu multivitaminico ou outros suplementos não contêm ácido fólico. Também não use levedura nutricional fortificada com ácido fólico, pois está associado ao aumento do risco de cancro da mama, enquanto que o folato proveniente de fontes naturais de alimentos está associado à diminuição do risco.

  

4. Faça exercício pelo menos três horas por semana

Uma análise de 73 estudos diferentes concluiu que as mulheres com altos níveis de atividade física reduziram o risco de cancro da mama em 25%. Manter um peso saudável também é extremamente importante, uma vez que 17% dos casos de cancro da mama foram atribuídos à obesidade.

 

Mesmo ao tentar emagrecer rápido, devemos procurar métodos naturais, com uma boa nutrição e que possam colocar-nos no caminho da reeducação alimentar, como o chá para emagrecer.

 

5. Não fume

Células cancerígenas da mama foram identificadas no fumo de cigarro, que são conhecidos por entrar na corrente sanguínea através dos pulmões e viajar para o tecido da mama, colocando em risco maior as mulheres que fumam.

 

Texto de Rosi Feliciano