Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda & Style

por Joana Freitas

Moda & Style

por Joana Freitas

Get Her Look - Elle Fanning

Numa semana em que as temperaturas voltam a subir, dando assim lugar ao fenómeno que denomino de tosta, quanto mais simples for o look, mais elegante e confortável se está.

 

Como inspiração para a semana em que se vai entrar, decidi recriar um look usado por Elle Fanning, bem simples por sinal. Quem diria que um vestido de ganga dava tanto jeito! Para salpicar com cor o look, nada melhor que uma mala e acessórios para o efeito, bem como um gloss. Agora é só sair à rua e desfrutar do verão, pois o estilo é garantido. E o conforto também.

1. Topshop  2. Art of Soule  3. Mademoiselle R  4. Accessorize  5. M.A.C

Quero dar a volta ao mundo

Numa altura em que grande parte dos portugueses se encontra de férias, levar a casa toda a trás é mais do que necessário. Para tal, uma mala de viagem é o ideal - e indispensável, diria eu.

 

Apesar de não viajar o que gostaria, ambiciono, um dia, quiçá na altura do meu descanso, mais lá para a frente, viajar até aos quatro cantos do mundo, e visitar uma série de países. Explorar a cultura asiática é o auge desta minha aventura, mas também explorar a europeia não é, de todo, algo que queira deixar para uma outra vida. O que mais me interessa é, na realidade, ser uma pequena esponja para absorver culturas e costumes.

1. David Jones  2. David Jones  3. David Jones  4. Little Marcel

 

Na altura em que levantar voo e der às asas para o desconhecido, certamente que terei uma lista sem fim de coisas que quero muitoooooooo levar, pois quero, de algum modo, sobreviver a todo o tipo de situações. Desde roupa a calçado, produtos de beleza e pequena "farmácia", os objetos de sobrevivência não podem ficar de fora.

 

O que me anda a apoquentar no meio disto tudo é a mala onde vou levar tudo. A que levei a Amesterdão kaput, já era. E agora, levo tudo na mão, Santo Deus?! "Na senhora", disse-me Ele. Eu logo vi que o Senhor me iluminou aqui a caixa dos neurónios e, rapidamente, lembrei-me que a Spartoo tem uma secção de malas de viagem, daquelas rígidas (e não só), pelo que fiquei mais descansada. Averiguei e eis as que me despertaram o interesse por serem "vistosas". E agora, qual delas? Pois bem, a ver vamos... Se o saldo permitisse todas, eis que as comadres cá vinham parar, sem histórias de ciúmes, porque espaço não me falta. 

Eu tenho a certeza que sou uma Lady Lily

Contrariamente ao que acontecia aqui no blog, recentemente tenho-vos apresentado algumas daquelas que considero as melhores escolhas a nível de perfumaria, tudo porque me tenho vindo a "converter" a esta área que, até então, nunca tinha explorado bem.

 

Desde o design à família olfativa, para mim tudo conta num perfume. Não me basta ele cheirar bem - é meio caminho andado, é certo -, mas o requinte da embalagem também é um fator que marca pontos - quanto mais elegante e requintado for, mais me consigo identificar e familiarizar com o produto.

Felizmente tenho tido o prazer de descobrir o mundo da perfumaria d'O Boticário nos últimos tempos, aliás, foi através desta experiência que todo o meu interesse pela área surgiu. Entre uma imensidão de opções, desde mulher até a homem, as famílias olfativas são diversas, é certo, mas acreditam que até mesmo dentro delas existe variedade?! Um cheiro nunca se parece igual, aliás, eu atrever-me-ia a dizer que todos são totalmente distintos, mesmo tendo elementos em comum.

 

A par do Glamour Secrets Black, o Lady Lily é o meu favorito. A embalagem é extremamente requintada e parece que foi esculpida como se de uma escultura se tratasse, mesmo bem ao estilo do mundo feminino, que apesar de complicado é, acima de tudo, elegante e delicado. O pulverizador é só aspeto que eu mais venero na embalagem deste perfume - sempre que o pressiono para me polvilhar com a "poção mágica", sinto-me uma autêntica Marilyn Monroe dos tempos modernos, vinda quase diretamente de um filme de Hollywood. E acreditem minhas caras, quando assim nos sentimos, é sinal de que estamos com uma autoconfiança inabalável.

 

Quanto ao seu aroma, só posso dizer que é realmente encantador. Um estilo bem diferente do Glamour Secrets Black, é claro, mas tal como as esculturas, nunca se fazem dois perfumes iguais, certo? E cada um é único, dentro do seu estilo e registo. Enquanto que o primeiro é mais sensual, eu creio que este é mais lady, mais girly, isto é, que mostra o lado mais meigo de uma mulher, porém, sempre cheio de atitude como é normal nos perfumes da marca. Escolho-o sempre que quero espalhar a doçura com uma pitada de caráter e personalidade por onde quer que passe, pois sou, afinal, uma Lady Lily. 

Tatuagens temporárias

Apesar das tatuagens mais comuns serem feitas a agulha em estúdios para o efeito, uma grande tendência foi ditada numa das edições anteriores do festival Coachella: as tatuagens temporárias aka flash tattoos.

 

Ao que parece, este ano voltaram à ribalta, mostrando, assim, todas as boas ondas e aquele efeito festivaleiro perfeito. São ideais para dar um toque diferente a qualquer outfit, sobretudo os de férias, que são mais descontraídos. Em grandes dimensões ou em menor escala, as flash tattoos vieram para ficar. E vocês, já aderiram?

 

Get Her Look - Gabrielle Union

Eis que num ápice chegamos àquela que é a primeira semana do querido mês de agosto, que é marcado pelo regresso de muitos emigrantes a casa e pela época de férias de grande parte dos portugueses.

 

Apesar de dizerem que este é o verão mais quente dos últimos 85 anos, aqui pelo Norte as coisas não andam lá muito famosas. Por isso é que senti necessidade de recriar o look da eleita desta semana que, mais uma vez, trouxe um outfit total em ganga. Como sempre, dei um cunho pessoal ao trocar a blusa de manga curta por uma de manga comprida. De resto, tudo quase igual. Uma sugestão que não pode mesmo perder.

 

1. Topshop  2. New Look  3. Converse  4. Michael Kors  5. Miu Miu  6. Revlon  7. O Boticário  

Naturalium - Body to Eat

Apesar de vaguear um pouco e de atirar para o ar uns discursos assim meio manhosos a roçar o absurdo (tipo monólogo de maluquinhos), nem sempre os títulos dos meus posts são assim tãoooo ridículos. Vá, pelo menos faço para que não sejam. Seja como for, tudo isto só para vos dizer que o que leram no título não está ao engano, nada disso, aliás, o que lá está é bem verdade! E eu explico-vos o porquê já de seguida.

 

A Naturalium, uma marca espanhola que se encontra à venda em Portugal na cadeia de supermercados Pingo Doce, dispõe de uma vasta gama intitulada Body to Eat, que, apesar da vontade ser muita, não é comestível. Entre géis de banho, sprays para o corpo, loções hidratantes e champôs, estão à vontade para se desgraçarem sem comprometerem as vossas finanças - o mais importante neste momento, não é verdade?

Quanto ao conceito da Naturalium, a marca aposta em matérias-primas no estado natural para criar produtos que não tenham parabenos e outros componentes prejudiciais à pele. Apesar da filosofia, alguns dos produtos contêm alguns produtos químicos (normal nos produtos de supermercado) e não são indicados para peles atópicas (alérgicas ou com patologias dermatológicas), visto que os perfumes e sulfatos compõe as fórmulas, como é o caso deste produto em concreto.

 

Relativamente a aromas, neste momento existem seis: côco, manga, meloa, maçã verde, pêssego e framboesa. Como podem ver, estas fragrâncias juntas davam uma bela salada de fruta, não acham? :) 

 

Falando em específico do gel de banho que faz parte desta linha, só posso dizer que o aroma estimulante da manga é o ideal para começar o dia com energia, visto que, quando entranha nas narinas, a fragrância funciona como se fosse uma vitamina de energia! E o melhor de tudo é que nada parece artificial, aliás, muitas vezes me questiono se o que o que estou a usar não foi resultado de uma simples trituração de manga para obter o meu produto de higiene, só para vocês verem o quão natural é o cheiro. Quanto à quantidade, 500ml e custa 4,49€, o que não é, de todo, nada mau! 

 

E vocês, já experimentaram algum produto da marca?

Pág. 4/4