Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Moda & Style

por Joana Freitas

Moda & Style

por Joana Freitas

Os aliados para a chuva

Ora chove, ora faz sol, ora chove de novo... Afinal em que é que ficamos, S. Pedro!? É que isto assim já começa a ficar insuportável! Logo agora que aqui a malta queria era encurtar as roupas, abrir os sapatos, calçar os chinelos e ir até à praia com a toalha debaixo do braço. Vá, também tanto não digo, mas pelo menos uns piqueniques e umas coisinhas giritas ao ar livre, sim. 

 

Na falta de melhores perspectivas e de temperaturas mais quentes, há que aproveitar o que temos da melhor maneira, nem que seja só mandar estilo ao andarmos na rua. Para tal há que ter em conta os engenhos que possuímos hoje, com diferentes modelos, padrões e feitios, ajustar ao nosso armário e carteira, e darmos então asas à imaginação para umas combinações bem feitas e elegantes.

1. Parfois  2. Ellos  3. Hunter  4. Parfois  5. H&M
Ora guarda-chuvas são das peças mais clássicas em cenários com muita água (que cai do céu) e de muita ventania, esperando-lhes assim um curto contributo para a cena em questão. Seja de que maneira for, é das peças indispensáveis que não vivemos sem, já que são eles que nos abrigam dos aguaceiros terríveis e maldosos. Para quem prefere andar mais "à vontade" ou como reforço a este anterior elemento, existem também os chapéus de chuva.

 

A nível de vestuário, trench coats impermeáveis ou capas de chuva são sem dúvida um item a ter em conta a usar, ou então, caso não tenha um, fazer um pequeno investimento. Verá que será bastante útil! O mesmo se aplica às galochas, que, devido à sua impermeabilidade não deixam entrar água e facilmente lhe permite usar calças ou leggings por dentro das mesmas, e ainda às malas impermeáveis, para que tudo o que necessita de transportar não fique a nadar.

O tempo bipolar - Inspirações

Frio e chuva avizinham-se em força segundo os boletins meteorológicos, ou seja, e agora reforçando o que tenho vindo a dizer ao longo dos últimos dias, usar roupas quentes e camadas de roupa para agasalhar são as escolhas mais inteligentes que temos para enfrentar este tempo bipolar, que sisma misturar o sol com o frio.

 

As parkas, os trench coats, as botas e botins devem agora sair dos armários e andar em força nas ruas, afinal são as peças ideais para combater qualquer tipo de frio, mesmo o bipolar. Claro que se o casaco em questão for mesmo muito muito quente, pode sempre reduzir uma camada de roupa, caso contrário, adicione a que for necessária até se sentir confortável. Não tenha medo de apostar em lenços para agasalhar o pescoço e as golas altas para proteger o peito e a garganta, lembre-se que a sua saúde está em primeiro lugar! Além disso, os looks com estes elementos são igualmente bonitos e estilosos, como pode comprovar a seguir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 peça, 2 looks

Parece que aqueles raios de sol e aquele calorzinho que sentimos há uns dias atrás, afinal eram sol de pouca dura e serviram só para dar falsas esperanças à malta que já planeava ir à Costa da Caparica ou ali à Praia de Matosinhos para ir a banhos, para ver se ganhavam assim um bronze para meter inveja ao pessoal. Pois sim, o plano saiu furado. E se se previa mandar os casacos lavar a seco para depois os arrumar bem arrumadinhos, parece que afinal eles já começam a sair de novo dos armários, isto tudo porque o frio voltou e o sol anda manso. Sad life...

 

Se faz frio e o sol é fraquito, isso é um forte sinal de que o melhor mesmo é andar agasalhada, com camadas de roupa que incluem t-shirt, camisola de manga comprida e casaco. E é o casaco - mais propriamente a parka - que serviu de mote a mais uma edição desta rubrica. Ora com tal tempo bipolar, o melhor mesmo é prevenir e dar uso a uma parka que é excelente para a altura, uma vez que é facilmente conjugada num look primaveril confortável mas elegante, podendo assim ser usada por qualquer idade a qualquer altura. Não acredita? Então veja as duas sugestões que tenho preparadas para si:

1. H&M  2. H&M  3. H&M  4. Betty London  5. Mango  6. Parfois  7. Parfois  8. Komono
1. H&M  2. H&M  3. Jumbo  4. Blanco  5. H&M  6. H&M  7. H&M

Little Zebra Leggings Giveaway worldwide

Hi guys! I have another international giveaway sponsored by Romwe. This time I will give to you a little zebra leggings!

 

How to get:

Add a comment to show your love to the sexy leggings at product page : http://www.romwe.com/romwe-sexy-little-zebra-leggings-p-83911.html

Leave a comment following my post too

Like Romwe and Moda & Style on Facebook

 

One winner will be picked 5 days later.  Good Luck!

 

Btw, the stripe leggings will be $15.99 on 24th April.  Here is an inner coupon for you, my lovely fans10%offleggings  It’ll help you save another 10% for the leggings on 24th April.

Natural e bela, o desafio completamente possível

Se há pessoa que até a uns tempos atrás não ligava nenhuma à maquilhagem, essa pessoa era eu. Sim, Joana Não Sei Quê Não Sei Quê (de) Freitas (há documentos em que  surge o "de", já outros não o apresentam... Para quê gastar mais tinta? Já que andam a cortar a tudo, eu corto aos gastos com a tinta esferográfica, o ambiente e a caneta em questão agradecem). Pode ser impressionante, pode não ser, mas a verdade é esta minhas caras, e não há como contorná-la. Se há raparigas com 14 anos ou menos a maquilharem-se (e algumas mal, diga-se de passagem...) sem necessidade nenhuma, eu cá gostava só de apostar em lápis e batons/glosses na altura, nada mais. Só aos 15/16 anos, quando descobri o poder das lentes de contato, é que comecei a abusar mais um pouco e comecei a usar sombras, lápis e rímel para destacar os meus olhos que tanto adoro, até aos dias de hoje. Maquilhagem com base e blush à mistura, só quando vou a ocasiões formais, festas de escola, de amigos, etc. 

 

Ora com um historial tão fraquinho a nível de maquilhagem, quando me disseram maravilhas das bases minerais, confesso que me entusiasmei um pouco mais por esta onda das pinturas e tal, sobretudo quando soube que a linha Make B. Mineral do O Boticário estava prestes a voltar com as suas bases que fez tantas pirarem. Quando lá fui à minha amada e sagrada loja do Norteshopping, cujas meninas são tão amáveis e prestáveis, tive a oportunidade de ver o efeito em mim de alguns produtos da linha, que foram tão bons mas tão bons, que decidi vir-vos aqui contar tudo acerca deles, para que possam também pirar com eles!

A par do crescimento das minhas tulipinhas lindas que trouxe da Holanda (apanhei uma grande desilusão com elas... Então numa das duas embalagens que trouxe diz que são azuis, e na outra diz que são sortidas, e quando elas começam a crescer são todas vermelhas? Azuis uma ova, e sortidas idem... Haja estômago para aguentar tamanha desilusão!), nestas férias aproveitei para descansar a cabeça e mentalizar-me que tenho exames (I Will Survive!) e para também andar a testar estes bons produtos da linha Make B. Mineral, e ali um intrusuzinho da linha Intense Pop Colors, que saiu no dia do meu aniversário (27 de dezembro) :).

 

Enquanto me aplicavam a base mineral no rosto, confesso que estava ansiosa para ver os resultados. Será que finalmente ia encontrar "a" base que tanto procurava? Ia ostentar um efeito natural como sempre quis? Corria riscos de ficar artificial? Bem, lá esperei que a querida Bárbara acabasse de aplicar a base, adicionando depois um bocadinho de cor ao meu rosto com o blush baked da mesma linha que também é maravilhoso. Quando vou ver o resultado final ao espelho, só não desatei a saltar e a mostrar o meu histerismo porque tinha de manter a minha postura, porque senão... Bem que o fazia! A minha pele ficou com o efeito pêssego, extremamente aveludada e sem vermelhidões à vista, mas sem parecer demasiado pesado ou artificial. Estava diante da base da minha vida! Escusado será dizer que a trouxe né? Apesar de não ser o meu primeiro contato com bases minerais (irei falar brevemente), confesso que me rendi a esta! Além de ser mineral, que só traz benefícios à pele, é uma base que conta com FPS 25 e o facto de ser em pó é excelente para quem tem a pele mista a oleosa como eu, pois permite controlar melhor a oleosidade natural da pele, evitando assim aqueles brilhos inestéticos. 

 

Quanto aos trios de sombras, como disse aqui, a linha Make B. Infinit já nos tinha trazido estas deliciosas sombras, deixando assim saudades quando se foram embora. Com o regresso delas numa versão mineral, toda a gente ficou louca (diga-se a minha pessoa), querendo assim trazer a Caramel, aquela que me tinha ficado debaixo de olho naquele verão e que por estupidez minha, não garanti o meu trio dessa cor em casa. Agora está em minha posse e uso-o diariamente para um look mais discreto e natural para usar sem problemas nenhuns. Apesar de usar as cores com o pincel seco, volto a relembrar que para potencializar o brilho das mesmas, podem sempre humedecer a ponta do pincel, que fica com um resultado igualmente bonito. Ah, e relembro que este poderá ser o trio salvação quando forem viajar ou quando forem passar o fim de semana fora de casa, isto porque reúne três cores que garantem o sucesso de qualquer maquilhagem numa embalagem bastante prática e fácil de transportar. 
Relativamente aos dois batons apresentados, apesar de usar imenso o Batom Efeito Mate da linha Intense Pop Colors na cor Love, um rosa bastante feminino e num subtom mais escuro, gosto imenso do Batom Perfeito Make B. Mineral na cor Velvet, que é uma mistura de café com leite (como carinhosamente lhe chamo), ou seja, mais uma vez uma excelente escolha para uso diário ou para usar quando os olhos são o grande destaque da maquilhagem. 

 

Apesar de os lábios se quererem hidratados antes da aplicação de um batom, a verdade é que com o Batom Perfeito nós podemos ser um bocadinho malandras e saltar a hidratação dos lábios, isto porque o batom desliza facilmente e possui alguma hidratação, deixando os lábios perfeitamente coloridos por imenso tempo e com algum brilho. Já no que diz respeito ao Batom Efeito Mate, a hidratação é crucial para a boa aplicação dele. E contrariamente ao que podem pensar, o batom deixa os lábios tão bonitos que quase toda a gente mo cobiça! E aguenta umas 5h sem ser retocado. Aliás, podem comprovar o efeito na foto acima (Base Mineral, Batom Efeito Mate e Trio de Sombras Mineral Baked).
Aqui fica uma pequena swatch dos batons e das sombras, que se mostram ser bastante pigmentadas (a minha máquina até fez um bom trabalho desta vez!). 
Because I'm Happy... Decidi aparvalhar um bocadinho :D 

Get Her Look - Jessica Alba

O solinho e o calor vieram para nos brindar com todo o seu esplendor e força, mostrando assim que os dias podem ser bem mais alegres e animados, pena que tenha sido por pouco tempo... Ora isto significa que quando tal feito se repetir, as roupas podem começar a encurtar e a paleta de cores a alegrar, despedindo-se assim do inverno rígido.

 

Nada melhor do que vos maravilhar com um look usado pela Jessica Alba nos MTV Awards 2014, que se mostrou ser jovial e alegre, ou seja, perfeito para estas alturas. Além disso, mostra-nos como usar uma das tendências mais badaladas do momento de forma elegante, os cropped tops, conjugado com uma saia em tons de verde-lima, que foi substituída por uma amarela. Veja como é tão fácil seguir o estilo da sua celebridade favorita!

1. Mango  2. Topshop  3. Belmondo  4. Parfois  5. Parfois  6. Mango  7. Andreia

O magnífico Porto

Desculpem-me antes de mais se vou ferir susceptibilidades ou se vou parecer arrogante, mas na verdade eu não consigo falar de outra maneira ou de outra forma se não com orgulho da minha cidade. Eu, como nasci e cresci aqui sempre num ambiente tripeiro, é normal que já soubesse todo o potencial da minha linda cidade, porém, dado às últimas notícias sobre Portugal, em especial as que dão ênfase aqui à Invicta, é normal que fique ainda mais orgulhosa e babada desta linda terra, tanto que hoje venho falar-vos de uma das zonas que mais tenho visitado, a Ribeira. 

 

Afinal que distinções são essas? Ora bem, já devem dos inúmeros projetos e inciativas nortenhas através da televisão, algo normal e natural: existem inúmeros destaques aqui no Porto, sobretudo a nível turístico, gastronómico e artístico. Então, na área turística, o Porto foi considerado o European Best Destination 2014 e, a par disso, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro foi considerado o 3º melhor aeroporto europeu, ficando atrás do aeroporto de Moscovo e de Zurique. 

Confesso que antigamente não costumava visitar a Ribeira com tanta frequência, porém, e com o avançar da idade e maturidade, também influenciada por amigos, comecei a fazê-lo mais regularmente desde o ano passado. Acho que nunca fiquei tão feliz por tal acontecer! Apercebi-me finalmente do mau uso que dava aos meios de transportes públicos que tinha a meu dispor e que me facilitam (e muito) o acesso a este local! Quando se está com vontade de apreciar uma bela vista e de nos enchermos de energia, este é sem dúvida o local adequado.

 

Nunca mas nunca me lembro de ver a Ribeira sem movimento um segundo que fosse, isto pelo menos nos dias em que vou lá, que são de sol. Aliás, esta é uma das zonas mais atractivas para os turistas devido ao contraste entre o antigo e o moderno que os mesmos têm possibilidade de deslumbrar, devido aos passeios de barco que aqui se pode fazer, às lojas de souvenirs, ao serviço de aluguer de bicicletas, e também devido à restauração, para provarem a bela Francesinha.

Ora esta semana que passou tive a oportunidade de ir até a este local mágico duas vezes, e seguidas por sinal! Um dos dias foi para sair com as minhas melhores amigas com as quais mantenho uma bela e linda amizade há uns bons anitos, no outro para me encontrar com a minha belíssima e queridíssima Auri do blog Be a Diva, que em tempos escreveu aqui no blog, para pôr a conversa em dia e comer uma francesinha à maneira. Foram dias em peras, confesso. Mas é que isto de ter boa companhia é tão viciante! 
Caso não saibam, a Ribeira é separada entre a parte do Porto e a parte de Gaia pelo rio Douro, ou melhor, estas duas cidades - Porto e Gaia - estão divididas por este rio, existindo assim 6 pontes a ligar as cidades: Ponte D. Maria Pia, Ponte da Arrábida, Ponte do Freixo, Ponte de São João, Ponte do Infante e Ponte Luiz I. De todas estas pontes, a principal atração turística é a ponte Ponte Luiz I, a única ponte que permite atualmente a passagem de peões e de trânsito no tabuleiro de baixo, e de peões e do metro no tabuleiro de cima. 
Da ponte, temos o prazer de admirar e ter uma outra perspetiva da cidade, permitindo assim o acesso à parte de Gaia, quer à ribeira (através do tabuleiro de baixo) ou aos teleféricos e ao El Corte Inglés através do tabuleiro de cima. Pessoalmente, das duas experiências que tive, continuo a preferir atravessar o tabuleiro de baixo a pé/carro e o de cima só de metro, isto porque eu tenho vertingens e sou uma medricas. Mas, quer do lado de Gaia, quer do lado do Porto, na zona da Ribeira podem-se ver vários barcos destinados ao turismo e aos passeios pelas pontes, porém, no meio disto tudo, existem ainda alguns barcos Rabelos, como podem ver na última imagem. Não, não me enganei, chamam-se mesmo barcos Rabelos! 
Os barcos Rabelos são um tipo de embarcação portuguesa, típicos do Douro, que tinham como finalidade transportar as pipas do vinho produzido no Alto Douro até aos armazéns aqui no Porto - Gaia, onde depois eram distrubuídos para outros mercados internacionais. Com a conclusão das linhas dos caminhos-de-ferro do Douro em 1887, o uso deste tipo de barcos entrou em declínio. Atualmente, para recordar os seus tempos de glória, os barcos são usados para transportar passageiros ou para as regatas de São João.
Como podem ver, neste pequeno local podemos ter uma boa lição de história e cultura, bem como de momentos bem prazerosos! Portanto, um dia que venham ao Porto (agora é fácil fazer a ligação Lisboa-Porto e vice-versa, uma vez que a Ryanair já disponibilizou essa rota a baixo preço), aconselho-vos vivamente a passarem pela Ribeira. Não se irão arrepender, decerto!